Arquivos para ‘Economia’ Categoria

Uma reforma administrativa de mentirinha

019.REFORMA DILMA

Dez ministérios e cerca de mil cargos. É isso o que a presidente Dilma Rousseff pretende cortar para fazer economia. Deu-se um prazo até o final de setembro próximo para cumprir a tarefa.

Não adiantou que ministérios pretende cortar. Pelo contrário. Disse que fará muitas consultas antes de eleger os 10 dentre os atuais 39.

Eram 14 no final de 1992 quando Fernando Collor foi deposto. Dois anos depois, no governo do presidente Itamar Franco, 28. Fernando Henrique Cardoso entregou 26 a Lula. Que entregou 37 a Dilma…

Share Button

Como reage o povo?: A lei, a falta da lei e a anomia legalizada

PIADA POLITICO017.LAVA JATO

Catta Preta revelou que sofreu ameaças

Oitenta milhões de brasileiros assistiram na noite de quinta-feira (30), por um veículo de comunicação, a uma denúncia traduzida em ameaça de morte. …

Share Button

Voo cego do governo Dilma

voocego-qualiblog

O Congresso Nacional reiniciou nesta data as suas atividades, com fortes expectativas de que o cenário político-policial, econômico e social vai se agravar nos próximos meses. A presidente Dilma, no centro dessa crise, também se movimentou politicamente, reunindo o seu eclético conselho político, em mais um esforço para alinhar sua base no Congresso para garantir a governança, e em última instância, evitar de ser defenestrada do cargo ocupa. No mesmo tom da reunião realizada recentemente com governadores de todo o país, ela pediu compromisso dos aliados com a responsabilidade fiscal, apoio para aprovar medidas de interesse do governo e desarmar bombas fiscais, e de forma implícita, apoio para blinda-la das ameaças institucionais (impeachment e cassação da chapa Dilma-Temer), que vem do TCU e do TSE…

Share Button

Muito além do desconforto, desesperança

Jose_Matias_Pereira_02122012

José Matias-Pereira

Os relatórios e as notícias sobre o cenário político e econômico brasileiro, divulgados pelas instituições de economia e estatística, e pelos veículos de informações internos e externos, são cada vez mais inquietantes. Num esforço ingente de tentar conter esse tsunami de notícias ruins, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, numa entrevista recente, disse que o Brasil vive uma fase de “desconforto”, com alta de desemprego e inflação, e que a situação da economia é transitória. Os indicadores de diversas instituições multilaterais, como por exemplo, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial, refutando esse otimismo do ministro, revelam que a América Latina, notadamente o Brasil, está na contramão do resto do mundo. Enquanto as demais regiões dão sinais de recuperação gradual, depois da crise financeira global, em 2008, a região desacelera. Registre-se que, as economias latinas desde 2012 crescem menos que a média mundial, e esse cenário, infelizmente para as populações da região, não deve se alterar tão cedo…

Share Button

Principais pontos da reforma política

REFORMA POLITICA

Share Button

Desemprego e crise social

Desempregado1

Observa-se que o quadro econômico e político está se agravando de forma acelerada no Brasil nos últimos meses. A fragilidade política da presidente Dilma Rousseff fica cada vez mais evidente. Emparedada entre uma economia em recessão e a erosão da base de apoio parlamentar no Congresso, ela encontra-se acuada politicamente e sem margem de manobra no campo econômico. Por sua vez, as políticas ortodoxas de austeridade fiscal proposta pelo ministro da Fazenda, está enfrentando fortes resistências por parte da população (que percebe que está sendo chamada para pagar uma conta que não é sua, mas decorrente de erros, incompetência e motivações eleitoreiras da presidente e do governo para permanecer no poder, a qualquer custo), bem como dos partidos de oposição. As manifestações de rebeldia de integrantes do partido dos trabalhadores, contrários as medidas, ajudam a desestabilizar ainda mais o governo e a presidente Dilma. Diante desses percalços faz-se necessário perguntar: a deterioração do mercado de trabalho vai contribuir para agravar a crise política, econômica e ética que atravessa o Brasil?…

Share Button

SE DILMA NÃO TIVESSE MENTIDO, AJUSTE NÃO SERIA TÃO DOLOROSO, DIZ MARINA. NÃO FOSSEM AS MENTIRAS, DIZ ELA, AJUSTE SERIA MUITO MENOS DURO

014.MARINA.DILMA

Nova York – A crise no Brasil é política, econômica e daqui a pouco também será social, afirmou a ex-senadora Marina Silva a jornalistas em Nova York na noite desta quarta-feira, 13. “As pessoas estão perdendo o emprego, vivendo as dificuldades da inflação, sofrendo as consequências do baixo crescimento”, disse ela, ressaltando que, se a presidente Dilma Rousseff tivesse reconhecido a gravidade da situação antes e não tivesse mentido durante a campanha presidencial de 2014, o pacote de medidas fiscais que está sendo empreendido pelo governo não precisaria ser tão doloroso…

Share Button

A frágil consciência fiscal dos brasileiros

etiqueta-fragil

O pacote de ajuste fiscal encaminhado pelo poder executivo ao Congresso Nacional, composto por diversas medidas provisórias (MPs) que restringem o acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários, como o seguro-desemprego e as pensões por morte, bem como reduzir a desoneração na folha de pagamento de diversos setores da indústria que haviam sido beneficiados, avança rumo à aprovação. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, tem afirmado de forma quase dramática, nos diversos fóruns dos quais participou, que o pacote de ajuste fiscal proposto pelo governo precisa ser aprovado “rapidamente e sem grandes mudanças” no Congresso Nacional porque todas as atividades do governo, inclusive programas sociais, dependem do reequilíbrio das contas da União…

Share Button

Banco Central joga a toalha e já admite que inflação voltou para ficar

012.INFLAÇÃO

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) voltou a avaliar que as informações disponíveis sobre inflação “sugerem persistência” do movimento de alta de preços. Para o comitê, a continuidade da inflação elevada reflete os preços no segmento de serviços e o realinhamento dos preços administrados – que são os preços regulados pelo governo ou por contrato, como o da gasolina e da energia…

Share Button
Powered by WordPress | Free Premium Free WordPress Themes with Plans | Thanks to WordPress 4 Themes, Free WordPress Themes and WordPress Themes Free